Pesquisar

Notícias  »  Blogs  »  21/08/2020 às 16:15

Um futuro com eventos cheios de emoção

Segunda live do projeto Play! recebe Adriane Hummes

Elisiane Moraes (ALJ) e Adriane Hummes
Elisiane Moraes (ALJ) e Adriane Hummes

Eventos reagendados, sonhos adiados. Primeiro, uma agenda lotada para rever e clientes para apoiar emocionalmente. Depois, a necessidade de se reinventar, ser criativo e ver o futuro sob nova perspectiva. Todo esse caminho a organizadora de eventos Adriane Hummes percorreu nos últimos meses. Ela foi a convidada da live desta quinta-feira (20/08), dando seguimento ao papo ‘Eventos no novo normal, é possível?’. A conversa ao vivo aconteceu via Instagram do Clube (@leopoldinajuvenil) e foi mediada pela gerente de eventos Elisiane Moraes.

 

Com experiência ampla em organização de eventos, as duas participantes da live relembraram as dificuldades do setor no início da pandemia, ainda em março deste ano. Adriane conta que estava à frente de muitas comemorações inteiramente planejadas e que precisou enfrentar a burocracia de reagendamento e ainda prestar apoio aos clientes. Nesse aspecto, ela destaca a importância de haver conexão entre os fornecedores e os clientes na organização de um evento, pois a relação exige muito envolvimento de ambas as partes.

 

Com o passar dos dias, Adriane se deparou com a necessidade de criar novas possibilidades para seguir trabalhando. ‘Me dei conta de que mesmo nesse cenário, as pessoas continuariam fazendo aniversário, comemorando anos de casamento, e esses momentos precisavam ser celebrados’, conta. Com isso, surgiu a ideia do ‘Festa em Casa’, um produto criado por ela para marcar esses momentos, ainda que de forma simples e com poucas pessoas. Importava muito mais a emoção do momento do que o tamanho da festa. ‘Acho que isso é uma herança que este período vai deixar. As pessoas darão mais atenção para as coisas feitas com o coração do que para o glamour do evento’, acredita.

 

Mas, e no futuro, como serão os eventos? Para Adriane, algumas questões práticas serão indispensáveis. ‘Nunca mais vamos deixar de usar álcool gel, provavelmente os primeiros meses usaremos máscara’, supõe. Outros padrões também mudarão, como a forma de criar a mesa de doces, disponibilizar o buffet, por exemplo. ‘Acredito que teremos outras alternativas nesse sentido’, afirma a organizadora. Para além da questão prática, Adriane vê o futuro dos eventos com muito mais valorização às pessoas, ao contato, aos abraços e aos encontros. ‘Acredito que a presença daqueles que amamos será ainda mais importante. Quem não puder comparecer presencialmente, vai marcar presença em uma videoconferência, por exemplo’, diz.

 

O projeto Play! quer seguir proporcionando bate-papos como esse entre a ALJ e o setor de eventos. Profissionais parceiros do Clube interessados em integrar essa roda de conversas devem entrar em contato com a Central de Eventos pelo e-mail centraleventos@juvenil.com.br ou pelo WhatsApp (51) 99698-2650. Participe!


Afinal, #PausenãoéStop!

Perdeu a live?

Acesse aqui o vídeo na íntegra.

Nenhum comentário