Pesquisar

Notícias  »  Blogs  »  01/01/2021 às 08:33

Diálogo Semanal de Segurança (DSS) - Janeiro 2021

Prevenir acidentes e doenças decorrentes do trabalho é o compromisso da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA).

 

Aqui no blog Sou+ALJ você confere nossas dicas semanais para cuidar do corpo e da mente, tornando sua rotina ainda mais segura. 

Confira os conteúdos
Confira os conteúdos

Diálogo Semanal de Segurança (DSS) | Mês: Janeiro 2021 | Edição nº 4 | Tema: Uso de EPIs

Os Equipamentos de Proteção individual (EPIs) são dispositivos de segurança (de uso obrigatório) que têm como objetivo minimizar riscos e resguardar a integridade física do colaborador. Capacetes, luvas, respiradores e óculos são exemplos desses equipamentos, que necessitam ser especificados de acordo com a natureza do risco presente às tarefas exercidas. Dessa maneira, conheça mais sobre os EPIs:

 

Respeitando à legislação
A Norma Regulamentadora 6 (NR 6) determina que todo empregador deve, por obrigação, fornecer a linha completa de EPIs para todos os seus colaboradores, sempre que se fizer necessário, de maneira integralmente gratuita e em perfeitas condições de uso. Além disso, a reposição desses equipamentos deve ser realizada de forma imediata e sem custos adicionais ao empregado.

 

Evitando acidentes de trabalho
O Brasil, infelizmente, ocupa a quarta colocação no ranking mundial de acidentes de trabalho, vitimando milhares de colaboradores. Uma das principais causas dessa indesejada colocação é, sem dúvidas, a negligência para com os EPIs.

A obrigatoriedade do uso correto e contínuo dos EPIs ajuda consideravelmente a reduzir o número de incidentes de trabalho, além de minimizar os impactos em casos de acidentes, pois, além de proporcionar conforto aos colaboradores, garantem que o corpo humano tenha isolamento físico (evitando cortes, torções, pancadas, etc), químico (protegendo de intoxicação por fluidos corrosivos, por exemplo) e biológico (impedindo contaminações virais e bacterianas).

 

Garantindo a saúde dos colaboradores
Há tarefas em ambientes industriais que são impossíveis de serem executadas sem o auxílio dos EPIs. Exemplificando:para colaboradores que atuam na construção civil, deixar de utilizar capacete de segurança pode acarretar em risco de morte, uma vez que há riscos de choque elétrico ou impacto com objetos em queda livre.

Desse modo, providenciar equipamentos de proteção é sinônimo de mais segurança para o colaborador, assegurando tanto a saúde quanto o conforto!

Sempre que necessário realizar a troca de seu EPI, procure seu gestor e solicite um novo material. Jamais realize suas atividades sem os EPI’s ou com o material em más condições.

Diálogo Semanal de Segurança (DSS) | Mês: Janeiro 2021 | Edição nº 3 | Tema: Importância da CIPA

Como estamos no período de inscrições de candidaturas para a gestão 2021/2022 da CIPA, o momento é ideal para saber mais sobre o trabalho da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes. Trata-se de uma comissão composta por representantes dos empregados (empossados por meio de eleição) e do empregador (indicados pela empresa).

  

A CIPA possui como principais objetivos a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho, visto que esta a comissão é responsável por criar ações preventivas e promover melhores condições do espaço de trabalho, proporcionando segurança e um ambiente saudável aos trabalhadores e à empresa.

 
Mas elaborar planos e campanhas não é o único papel desse grupo. Seus membros também são responsáveis por fiscalizar e executar as medidas necessárias para que tais ações sejam cumpridas. Sendo assim, também cabe à CIPA realizar verificações periódicas nos ambientes de trabalho e promover melhorias para aquilo que não vem dando certo. Principais atribuições da CIPA:

 

- Identificar riscos: antes de elaborar ações, a CIPA e seus membros devem fazer um planejamento que inclui o estudo do ambiente organizacional. Assim, é possível construir um mapa de riscos e apresentá-lo à empresa para, então, pensar em medidas preventivas.

 
- Realizar a verificação dos ambientes e das condições de trabalho: uma das principais atribuições da CIPA é realizar inspeções de segurança na empresa. Essas ações podem ter como base tanto denúncias e relatos dos empregados quanto iniciativas do empregador ou do próprio grupo.

 

- Divulgar informações sobre a saúde do trabalhador: De nada adianta realizar inspeções e criar ações se os colaboradores não estiverem engajados com as atividades propostas. É fundamental manter o interesse dos funcionários sobre o assunto, divulgando informações relevantes em relação à prevenção de acidentes e doenças ocupacionais.

 
- Organizar a SIPAT: a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT) é uma das atribuições da CIPA, devendo ser organizada e realizada todo ano nas empresas. Como o próprio nome já indica, trata-se de uma semana na qual são promovidas campanhas e atividades de conscientização entre os colaboradores.

 
- Formação da CIPA e como os colaboradores podem participar: qualquer colaborador pode fazer parte da CIPA, sendo que a entrada pode se dar através de eleição por candidatura ou por indicação do empregado.

 

>> Fonte: SESI - Saúde da Empresa (Clique aqui).

Diálogo Semanal de Segurança (DSS) | Mês: Janeiro 2021 | Edição nº 2 | Tema: Segurança em piscinas

Segurança nunca é demais! Veja dicas de segurança para proteger as crianças em piscinas e praias

 

Use uma pulseira de identificação
Como as crianças correm o risco de se perderem na praia ou em um clube, usar uma pulseira de identificação é uma das formas mais práticas de facilitar o contato com os pais. Lembre-se de utilizar um material impermeável e colocar, com uma caneta permanente, o nome da criança, o número de contato e se possível, o endereço para onde o pequeno deve ser levado.


Use protetor solar
Use e abuse do protetor solar. Lembre-se de reaplicá-lo sempre que for mergulhar Crianças possuem a pele mais sensível e são mais suscetíveis à queimaduras Por isso, todo cuidado é pouco. Ensine os pequenos a respeitar o mar. O mar é algo incrível, mas pode ser traiçoeiro em algumas situações e por isso, exige respeito. Por mais que seus filhos amem a água salgada, ensine-os a respeitar o mar e reconhecer quando ele não está receptivo (ondas, ressacas etc). Também nem pense em mergulhar na praia em dias de chuva! Além do risco de afogamento ser maior, o mar pode ser perigoso se em contato com raios.


Utilize boias
Se seu filho não sabe nadar ou ainda não se sente completamente seguro para se aventurar na água, não tenha vergonha de lançar mão das boias, que podem ser de braço ou de cintura, dependendo da criança. Brinquedos infláveis, como colchões, coletes e bichinhos também podem ser muito úteis para evitar que os pequenos se afoguem. 

 

Evite aglomerações
Não só pela epidemia do coronavírus, como também pela facilidade de ficar de olho nos pequenos, é essencial frequentar locais mais vazios e sem aglomerações de pessoas e tumulto.


Sem adultos, sem piscina!
Mesmo que seu filho saiba nadar, nunca o deixe sozinho. Ele pode ter cãibras, se machucar, se assustar com a profundidade da piscina, etc. Atenção redobrada é fundamental, sobretudo, com crianças pequenas. 

 

Cubra a piscina e reforce a segurança
As boas coberturas e capas de piscina são projetadas para suportar o peso de crianças e adultos. Se bem presas, oferecem segurança. Se for utilizar piscinas de plástico, o recomendado é montá-la sob piso antiderrapante, pois muitos acidentes ocorrem no momento de saída da piscina.


Recomendações no combate à COVID-19
Se perceber que não é possível manter o distanciamento em razão da grande concentração de pessoas, adie para outro dia sua ida à praia ou piscina. Leve sua máscara. Ela deve ser utilizada sempre que você for se deslocar nos espaços públicos, pois pode haver a presença de outras pessoas e não ser possível manter o distanciamento seguro. Ao entrar e sair dos locais e tocar em superfícies, lembre-se de higienizar as mãos com água e sabão ou álcool em gel. Leve sempre toalhinhas descartáveis para higienizar cadeiras e mesas que forem de uso público antes de utilizar. O mesmo se aplica
caso for utilizar equipamentos do espaço, como pranchas de surf. Não utilize máscara quando estiver na água, pois ficará molhada e dificultará sua respiração.

 

Fontes: 

>> Nautilus: clique aqui.
>> Portal Gaz: clique aqui.

Diálogo Semanal de Segurança (DSS) | Mês: Janeiro 2021 | Edição nº 1

No primeiro Diálogo Semanal de Segurança (DSS) de 2021, vamos retomar orientações importantes para você colocar em prática e tornar sua rotina de trabalho ainda mais segura. No vídeo a seguir, nosso técnico de Segurança do Trabalho Edgar Silva dos Santos traz os pontos de atenção no Clube, como entrada e saída, além da rampa de acesso ao refeitório.

Quer conferir as edições anteriores? Clique aqui e confira

Nenhum comentário